quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Alguém assistiu este filme ou o tem?

Um comentário:

  1. Cara safado. Nos anos 1970, as pornochanchadas dominavam o circuito nacional de filmes eróticos. Tinham muita comédia mas no final destes anos, e nos anos 1980 principalmente, os filmes tornaram-se mais sérios. Apesar de continuarem com este 'rótulo', os filmes continham cenas de arrepiar, de deixar o espectador de pau duro dentro do cinema. Cenas super bem filmadas. 'Terror e extase' tem Denise Dumont interpretando uma gatinha zona sul dando a bundinha deliciosa para um marginal na favela. A cena do chefão do trafico fazendo uma jovem e deliciosa mulher mamar o caralho dele é demais. E um ladrão taradão que fode o rabo da própria patricinha Dumont e o rabo do amigo dela, num revezamento sádico. 'Mulher objeto' tem a linda e rabuda Helena Ramos traindo em pensamento o marido Nuno Leal Maia. A cena dela sendo enrabada por um eletricista( algo assim) é demais. É cult. Tem a Kate Lira, na época super gostosa. ' Convite ao prazer', tem a cena de revezamento de Roberto Maia e o saudoso Serafim Gonzalez em cima da Kate Lira, de bruços( tinha uma bundinha deliciosa. como é filme, eternizada), só 'levando' dos dois. Tem a Matilde Mastrangi, Zaira Bueno e muitas atrizes fantásticas e gostosas. Filmes taradões do taradão David Cardoso ! 'Aluga-se moças', com erro de português no título, tem Rita Cadillac, novinha e rabudaça, dando a bunda num carro. Acho que ela ficou melhor mais velha. Agora, não. Até uns 10 anos atrás, era um foguete ! Entre muitos filmes que poderia citar aqui até o 'bonitinha mas ordinária'. Muitos dão de dez a zero neste daí. Estou a procura de um que nunca mais encontrei pois esqueci o nme do título. A cena é esta. Cenas de sexo interracial eram poucas mas existiam. A cena é de um marido com uma mulher loira, linda, olhos verdes, bem vivos. Boazuda mesmo, tipo gaúcha rabuda. Jantam numa mansão linda e, se me lembro, é a comemoração do casamento deles. Era mulher com uns 35 anos. Logo, o marido chama a esposa para a outra sala, um salão. Andaram bem pela mansão. Chegando lá, tinha uma espécie de altar ou mesa e dois negões, como escravos ou mucamos, parados, um em cada lado da mesa. Estavam usando aquelas calças brancas de algodão, peitos nús e descalços. A loira fez cara de tesão pro marido, cara de tarada para a camera. Fica nua e vemos uma loira rabuda boazudérrima ! Detalhe, foco no rabo dela insinuando algo e a gente torce para que seja aquilo. O marido se senta numa cadeira e espera o show. Ela vai se esfregar nos negros que começam a 'sentir' a parada. São machos novos. Ela pára, atrás da mesa, olhando para o marido e já com um dos negões atrás dela. Ele faz o movimento de estar tirando o pau para fora, segura a cintura fina da loira e enfia. Vemos, como o marido, o primeiro negão a fodê-la com ela fazendo cara de dor, gozo e tara. Não sabemos se é vaginal ou anal mas acreditamos ser no rabo que ela leva. Logo, o 1º negro, após estocadas fortes, sai de trás dela e entra o outro negro. E fode-lhe com força novamente. Sensacional...


    Mestre Qfoda

    ResponderExcluir