Aviso

Aviso

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

RELATO

Acho que meu namorado é cuckold Publicado por Lasciva in Dicas em setembro 28, 2012 Olá, por favor, preciso de um conselho seu. Há algum tempo, comecei a me interessar por um amigo da minha mãe. Ele é 19 anos mais velho do que eu. É bem sucedido, gato, inteligente, tudo de bom. Um dia, conversei com ele pelo Facebook e o cara se declarou. Disse que sempre gostou de mim e que quer enfrentar o mundo por nós dois. Eu aceitei namorar com ele, claro – apesar de todo mundo falar o tempo todo que ele só queria me comer. Confio nele, sei que não é só isso. Até porque ele quis me apresentar à família dele, ao filho dele. Foi conversar com a minha mãe. Um homem interessado apenas em sexo não precisaria de tantos esforços. Mas aí, um dia, ele estava meio bêbado – a gente voltava de um barzinho. Então entramos numa conversa mais profunda, sobre o passado, e ele contou que estava solteiro há uns três anos, porque ele queria uma puta, uma mulher que desse para vários caras e depois voltasse pra ele, toda usada, suada, e cheirando a sexo. Esse era o desejo dele. Fiquei empolgada no primeiro momento, mas depois comecei a pensar melhor. Poxa, ele queria ser só meu segundo homem. Eu tinha acabado um relacionamento havia pouco tempo. Amo sexo, mas sexo com estranhos me deixa ainda receosa. Procurei na internet se tinha um nome pra esse fetiche e descobri se chamar cuckold - homens que gostam de ser cornos. O meu novo namorado queria ser corno. Na minha cabeça, isso era um misto de excitação e medo. Conversamos muito sobre isso, contei alguns dos meus medos, mas sempre disse que tinha vontade de fazer. Agora ele mudou muito do desejo inicial. Já diz que, se eu não quiser, para ele nada muda. Mas sei que ele não vai se sentir realizado. Tenho certeza que ele não me quer só para isso, pois o nosso relacionamento está cada vez mais sério. Ele se dedica demais a nós dois, ele se dedica muito a me ver feliz. O problema é que, às vezes, tenho vontade de fazer seu desejo se tornar realidade. Mas falta coragem.

2 comentários:

  1. >> Casais que curtam: Cuckold ou Wife-Sharing entrem em contato

    >> Olá sou Ricardo, curto sair com casais onde o marido, noivo ou namorado curta liberar sua parceira para uma aventura sexual comigo. Pratico sexo com a sua gata bem na sua frente.
    >>> Tenho 38 anos, moreno claro, 1,72m de altura, 80Kg
    >>>> Sou casado mas a minha mulher não sabe que curto transar com outras casadas, noivas, grávidas, solteiras e safadinhas na frente de seus parceiros.
    >>>>> Gatas que queiram marcar algo é só entrarem em contato:

    >> Adoro gozar dentro da boca das casadas e mandar o corno limpar tudinho, mas se meu novo amigo curtir só observar eu metendo na sua linda esposinha tudo bem.

    e-mail: ricardo.goza.df@gmail.com
    e-mail: fudedor.de.esposas.df@hotmail.com

    Fone: +55 (61) 8258-8767 TIM (whatsapp)
    Fone: +55 (61) 9253-0610 Claro
    Skype: ricardo.goza.df

    Brasil > Brasília-DF (Recanto das Emas)

    ResponderExcluir
  2. Olá meus amigos, tudo bem
    .
    Sou casado há 26 anos e CORNO também há 21 anos e hoje ajudo a minha esposa com seu amante fixo que frequenta há 6 anos a minha casa e também um casal maravilhoso, onde saímos, jantamos fora, viajamos e transamos sempre que possível, na qual esta amizade já dura há 12 anos
    Minha esposa me faz de mordomo para atender as suas necessidades quando transamos com eles, levando cerveja, vinho, água, petiscos e o que pedirem em geral.
    O amante dela transa e goza dentro da buceta sem camisinha e ela me faz limpar o pau dele e a buceta dela com a boca e língua, enquanto eles namoram e se beijam e nem se importam com a minha presença, ou seja, me ignoram por completo.
    Eu já até dei banho no amante para que ele pudesse transar limpo e cheiroso com a minha esposa, inclusive lavando muito bem o seu pau.
    Saliento que este amante de 6 anos de convivência, também é muito bem casado, a esposa dele frequenta a minha casa, sabe das nossas transas, mas não curte esta modalidade, inclusive já assistiu algumas transas nossas, mas não quis participar, mas é bem liberal e tem uma cabeça muito aberta.
    Com o casal, sou bem mais liberal, inclusive com o marido, pois transo com ele literalmente, ou seja, como a bundinha dele e dou bem gostoso, nos beijamos muito, bebemos porra um do outro, sem tabus e sem preconceitos e na frente das nossas esposas.
    Fazemos tudo e de tudo entre quatro paredes com este casal, inclusive dupla penetrações nas nossas esposas.
    Minha esposa por sua vez, se delicia muito com este casal, beijando, chupando e transando também muito gostoso, no qual já viajou sem a minha presença para outro Estado com este casal e já dormiu na casa deles algumas vezes sem que eu estivesse junto, pois estava em viagem a trabalho.
    Confesso que fazer a minha esposa de puta, partiu de uma conversa que EU tive com ela, pois chegamos até mesmo a ficar estremecidos com esta conversa por algum tempo, mas aos poucos fui convencendo e mostrando que nada mudaria o nosso amor, muito pelo contrário, só aumentou.
    A primeira transa com outro homem demorou muito para acontecer e foi numa Cidade vizinha com uma pessoa que encontramos na internet, e que foi muito bom, pois ela chupou, beijou e transou muito com ele, inclusive me humilhando enquanto transava com o amante, me chamando de corno, pau pequeno, frouxo, entre outros, depois houveram muitos outros homens, bem como com muitas mulheres e casais também.
    Hoje nos amamos muito e estamos juntos em todos os momentos, exceto com este casal que tem esta liberdade de transar com a minha esposa sem a minha presença, mas confesso que também transamos com a esposa dele sem que ele esteja presente, e eu transo com ele sozinho, sem a presença das nossas esposas e nossas esposas transam entre elas sem a nossa presença............é muito gostoso esta liberdade que adquirimos com este casal de 12 anos de amizade.
    Adoramos esta cumplicidade.

    Mandem e-mails.

    Abraços
    Corno Marcos ( marcos_sp@yahoo.com.br )

    ResponderExcluir